Respublica     Repertório Português de Ciência Política         Edição electrónica 2004

||Home

ANO:1809


SUMÁRIO:
Destaques Cronologia Acontecimentos Bibliografia Personalidades Livros do Ano Falecimentos e Nascimentos

I – DESTAQUES

PORTUGALMUNDO

Política

· Segunda invasão francesa de Portugal (Março)

· Desastre da Ponte das Barcas, no Porto (Março)

· Guerra da Quinta Coligação (Abril a Julho)

· Tratado de Schonbrunn (Outubro)

Ideias

· Os emigrados portugueses e as suas gazetas, principalmente o Correio Brasiliense e o Investigador Portuguez em Inglaterra, apoiados pelos liberais locais, lançam uma campanha de defesa destes elementos em toda a Europa, onde a solidariedade maçónica vai recriar uma lenda negra do reccionarismo português.

· Schlegel Instala-se em Viena a partir de 1809, onde se torna num dos mais marcantes intelectuais católicos.

 

II – CRONOLOGIA

NACIONAL

INTERNACIONAL

· Março

Tem início novo processo invasor francês, que apenas penetra do Minho até ao Porto, sob o comando de Soult.

7Beresford nomeado generalíssimo do Exército português

29 Desastre da Ponte das Barcas, no Porto

· Abril Início da Guerra franco-austríaca ou da Quinta Coligação

· 6 de Julho a regência é reduzida para três membros e Arthur Wellesley passa a ter direito a assistir às reuniões.

· 17 de Maio Napoleão procede à anexação dos Estados Pontifícios e qualifica Carlos Magno como Empereur des Français et nôtre auguste predecesseur, ao mesmo tempo que inclui as despesas papais no próprio orçamento imperial.

· Ainda em 1809...

- Ingleses criam linhas de Torres

- Aparece o Diário Lisbonense e o Correio da Tarde

· 5 e 6 de Julho Após ter sido derrotado pelos austríacos em Aspen, as forças napoleónicas vencem em Wagran

 

· Outubro

8 Metternich assume-se como novo ministro dos estrangeiros austríaco

14 Os austríacos são forçados a assinar a paz de Schonbrunn

 

· Ainda em 1809...

- Suécia cede a Finlândia à Rússia

- Alexandre concede uma Constituição à Polónia

III - ACONTECIMENTOS DO ANO

Guerra Franco-Austríaca, a Quinta Coligação, (Abril a Julho de 1809)

Em 1809 dá a sublevação da áustria sob o comando do conde Filipe Stadion. Napoleão é derrotado em Aspern pelo arquiduque Carlos. Mas em 5 e 6 de Julho de 1809 Napoleão vence os austríacos em Wagran obrigando-os à Paz de Schonbrunn. Cedência de regiões austríacas à Baviera, à Rússia e ao Grão ducado de Varsóvia· derrota da França na batalha naval de Trafalgar; em 12 de Julho de 1806; Os britânicos tratam de avançar nas colónias. Recusam a entregar Malta. Avançam em Saint Pierre e Miquelon, Santa Lucia, Tobago e Guianas Holandesas. Retoma o Cabo, em 1806, Curaçau e as Indias Ociednetais dinamarquesas (1807), as Molucas (1808), Cayena e a Guiana francesa, San Domingo, Senegal e Martinica (1809), Guadalupe e Maurícias(1810) e Java (1811)

Guerra Peninsular (Maio de 1808 a Dezembro de 1813)

Entretanto, Npoleão decide abrir a frente ibérica. Nos finais de 1807, dá-se a inavsão de Portugal, comandada por Junot, obrigando ao embarque da família real para o Brasil. Entretanto, a partir de 1808, os britânicos enviam uma força expedicionária comaandada por Arthur Wellesley, que juntamente com forças portuguesas enfrentam os franceses nas batalhas da Roliça (17 de Agosto) e Vimeiro (21 de Agosto), obrigando a que os invasores franceses, pela Convençao de Sintra, retirassem de Portugal.· Em Espanha dava-se a renúncia forçada dos Bourbons e a subida ao trono de José, irmão de Napoleão.Em Março de 1809 d´-se a segunda invasão francesa comandada por Soult, durante a qual ocorre em 29 de Março, o desatre da Ponte das Barcas.· Em Julho de 1810 começa a terceira invasão francesa, agora comandada por Massena, Em 27 de Agosto, é o cerco a Almeida. Em 27 de Setembro, a batalha do Buçaco. Em 12 de Outubro, massena detém-se nas linhas de Torres Novas. Em 14 de Novembro começa a retirada dos franceses que apenas termina em Março de 1811.

 

IV – BIBLIOGRAFIA

AUTORES

OBRAS

BONALD

Essai sur l'Esprit Générateur des Constitutions Politiques

NEVES, José Acúrsio das

A Salvaçäo da Pátria.Manifesto aos Portugueses,Lisboa,1809

NEVES, José Acúrsio das

A Voz do Patriotismo na Restauraçäo de Portugal e Hespanha, Lisboa,1809

NEVES, José Acúrsio das

O Despertador dos Soberanos e dos Povos, Lisboa, 1808 1809

V - PERSONALIDADES DO ANO

Madison, James (1751-1836) Político norte-americano. Um dos redactores da constituição da Virginia de 1776. Colabora em The Federalist, 1787-1788. Adversário de Hamilton, assume-se como contrário ao centralismo. Com Jefferson, funda o partido republicano, antecessor do actual partido democrático. Secretário de Estado de 1801 a 1809, na presidência de Jefferson. O quarto Presidente de 1809 a 1817. Defende o governo da maioria, considerado como o menos imperfeito de todos os sistemas políticos. Depois de deixar a presidência, tem uma polémica com John Caldwell Calhoun, que defendia a hipótese de um qualquer Estado poder não seguir as regras federais em nome do direito à resistência. Madison considera que tal levaria a que se tivesse de seguir a lei da minoria.

Speranski Coube-lhe elaborar, em 1809, um plano de reforma constitucional que procurava instituir um sistema de divisão de poderes que atribuía ao imperador o executivo, mas criando, à maneira ocidental, um poder legislativo representativo. Tratava-se, com efeito, de um projecto que significava um ataque aos privilégios da nobreza e uma tentativa de superação do problema da corrupção dos funcionários. Só que, como reconhecia Joseph de Maistre, o Imperador não pode governar sem servidão. E Speranski depressa vai cair em desgraça - por defender um acordo entre a Rússia e Napoleão fora acusado de alta traição - e passa para o exílio logo em 1812.

Humboldt, Karl Wilhelm von (1767-1835) Filósofo e diplomata alemão. Estuda direito em Frankfurt e Gotinga. Ligado a Goethe e Schiller. Chega a ir a França em Maio de 1798, visando conciliar os chamados ideólogos com as ideias kantianas da liberdade, mas o objectivo falha e só com Charles Renouvier a cultura política francesa se aproxima desse idealismo alemão.Ministro prussiano dos cultos e da instrução pública em 1809-1810, no gabinete liberal de Altenstein. Reitor da universidade de Berlim, depois da sua fundação. Participa no Congresos de Viena de 1815. Elabora vários projectos de constituição de carácter liberal. Deixa vários trabalhos de carácter filológico. Irmão do naturalista Alexander von Humboldt.

· Ideen zu einem Versuch die Grenzen der Wirksamkeit des Staates zu bestimmen

Consideração sobre as tentativas de limitar a acção do Estado. Obra escrita em 1792, mas só publicada na íntegra em Breslau, em 1851. Em 1792 houve apenas publicações parcelares da obra em Leipzig (na revista Thalia, dirigida por Schiller) e em Berlim; cfr. trad. ing. de J. W. Burrow, The Limits of State Action, Cambridge, Cambridge University Press, 1969).

Galvão, Joaquim de Santo Agostinho Brito França (1767-1845) Da ordem de Santo Agostinho, Licenciado em teologia (1793). Professor de direito natural no seminário de Santarém.Deputado em 1822. Criticou em 1809 o Correio Braziliense que defendia a aplicação a Portugal do modelo constitucional britânico.

 

 

VI - LIVROS DO ANO

Essai sur le Principe Générateur des Constitutions Politiques, 1809. Obra escrita por Joseph de Maistre em 1809, na Rússia, mas apenas publicada em 1914. Assumindo o providencialismo, considera que Deus faz os reis, literalmente. Ele prepara as estirpes reais; amadurece-as no meio de uma nuvem que encerra as suas origens. Elas depois surgem coroadas de glória e de honra; impõem-se - e é esse o maior sinal da sua legitimidade. Elas avançam como que sozinhas, sem violência por um lado e sem uma deliberação precisa pelo outro. é uma espécie de tranquilidade magnífica, nada fácil de exprimir. Usurpação legítima parecer-me-ia a expressão adequada (se não fosse demasiado ousada) para caracterizar esta espécie de origens que o tempo se apressa a consagrar.

VII - FALECIMENTOS E NASCIMENTOS

FALECIMENTOS

NASCIMENTOS

GONZAGA, Tomás António (1744-1809)

PAINE, Thomas (1737-1809)

SCHLÖZER , A. L. Von (1735-1809)

 

CORTéS, Juan F. M. Donoso, Marquês de Valdeganas (1809-1853)

DARWIN, Charles Robert (1809-1882)

Estevão Coelho de Magalhães, José (1809-1862)

Gladstone, William Ewart (1809-1898)

Gogol, Nikolai (1809-1852)

PROUDHON, Pierre.Joseph (1809-1865)


Image
© José Adelino Maltez. Todos os direitos reservados. Cópias autorizadas, desde que indicada a proveniência: Página profissional de José Adelino Maltez ( http://maltez.info). Última revisão em: 01-05-2009 © José Adelino Maltez. Todos os direitos reservados. Cópias autorizadas, desde que indicada a proveniência: Página profissional de José Adelino Maltez ( http://maltez.info). Última revisão em: 01-05-2009