Respublica     Repertório Português de Ciência Política         Edição electrónica 2004


1824

D. João IV tenta ganhar espaço, procurando um modelo representativo conciliável com o tradicionalismo, nomeadamente pela convocação das Cortes, mas a tal se opõe a França e a própria Santa Aliança. A pressão dos apostólicos é bem expressa na revolta da Abrilada que vai levar D. Miguel ao exílio.

Jan.  Fev.  Mar.  Abr.  Mai.  Jun.  Jul.  Ag.  Set.  Out.  Nov.  Dez.


Janeiro


Fevereiro

Ofício de Chateaubriand de 12 de Fevereiro de 1824 critica a hipótese de convocação das Cortes portuguesas.  

Em 24 de Fevereiro de 1824 era assassinado o  1º marquês de Loulé.


Março

Leite de Barros no governo

Entre 19 de Março e 14 de Maio de 1824 chamou-se para o governo o próprio líder da facção apostólica, Leite de Barros.


Abril

Abrilada
Em 30 de Abril de 1824, revolta de D. Miguel. D. João VI com o apoio do corpo diplomático refugia-se a bordo da Windsor Castle. Grandes do reino, como Palmela, são presos em Belém. Palmela é único a ser isolado, mas, fleumaticamente, ia lendo o Times. Passam, depois, para Peniche. É perseguido o barão de Rendufe, então intendente-geral da polícia. Os revoltosos insurgem-se contra Vila Flor (futuro Terceira) e Paraty, camaristas de D. João VI. José Agostinho de Macedo é um dos condutores das massas, fazendo sucessivos comícios, onde denuncia os presos. 


Maio

Em 13 de Maio, D. Miguel parte para o exílio a bordo da fragata Pérola, com destino a França.

 

Rei regressa à Bemposta

D. João VI regressa à Bemposta em 14 de Maio, demite Leite de Barros  nomeando Frei Patrício da Silva para ministro da justiça e Palmela para o reino.


Junho

Convocação das Cortes

Convocadas as Cortes tradicionais em 4 de Junho.


Julho


Agosto

Santa Aliança contra as Cortes tradicionais

Em 14 de Agosto de 1824, conferência da Santa Aliança em Paris sobre a situação portuguesa, assume posição contrária à convocação das cortes tradicionais.


Setembro

Novo embaixador inglês

Em Setembro de 1824 chega a Lisboa o novo representante britânico, William A’Court, para substituir Thornton. Este fora acusado de ser enredado por Neuville. A’Court havia sido embaixador em Nápoles e em Madrid.


Outubro


Novembro


Dezembro


© José Adelino Maltez. Todos os direitos reservados. Cópias autorizadas, desde que indicada a proveniência: Página profissional de José Adelino Maltez ( http://maltez.info). Última revisão em: