Respublica     Repertório Português de Ciência Política         Edição electrónica 2004

Eleições de 1842 (5 e 19 de Junho)

 

As primeiras eleições do cabralismo, já depois de ter sido restaurada a Carta Constitucional de 1826, em 10 de Fevereiro de 1842. Realizadas de acordo com o Decreto de 5 de Março de 1842, estando em vigor o Código administrativo de 18 de Março de 1842. Sufrágio indirecto e censitário. 145 deputados (119 no continente, 12 nas ilhas e 14 no ultramar, todos por círculos plurinominais). As Cortes abrem em 10 de Julho. Governo obtém 72 votos favoráveis face ao bill de indemnidade. Vitória dos cabralistas. Apenas 10 deputados da oposição, que apareceu sob o manto da ampla coalisão, unindo setembristas, cartistas anti-cabralistas e miguelistas. Estava no poder o Governo do Duque da Terceira desde 9 de Fevereiro. A ampla coalisão foi criada em 30 de Março de 1842, unindo setembristas e miguelistas. Em 3 de Junho foi também emitido um manifesto da comissão central eleitoral do partido cartista contra Costa Cabral.

 


 
© José Adelino Maltez
Todos os direitos reservados.
Cópias autorizadas, desde que indicada a proveniência:
Página profissional de José Adelino Maltez ( http://maltez.info)
Última revisão em: 09-12-2003