Respublica     Repertório Português de Ciência Política         Edição electrónica 2004


Governos do Devorismo 1834-1836

Os povos destas vizinhanças [Porto] estão no mais violento de todos os estados, e não admirarei nada se a maior parte deles desertarem para D. Miguel. Os de cá vão e tratam-nos como verdadeiros inimigos; fazem toda a casta de violências e rapinas, que depois se apoiam pelo general e juízes; os de lá vêm e fazem-lhes outro tanto.

Carta de António Dias de Oliveira a Agostinho José Freire em 5 de Dezembro de 1833

Governo de Palmela Dura 246 dias. Entre 24 de Setembro de 1834 e 27 de Maio de 1835. Uma aliança entre os chamados conservadores, palmelistas, e o grupo dos amigos de D. Pedro, mobilizados pelo Grande Oriente Lusitano e liderados por Silva Carvalho e Agostinho José Freire. Dito o ministério chamorro.  

A revolução constitucional não foi feita em favor da burguesia portuguesa, mas em favor da burguesia europeia. Foi, portanto, um fenómeno extra-nacional
Fernando Pessoa

Governo da fusão de Saldanha, desde 27 de Maio de 1835 (176 dias). 

O povo tem morrido por deuses, e os homens medíocres têm morrido e continuarão a morrer por palavras e abstracções.
Oliveira Martins, I, p. 368

Governo de José Jorge Loureiro. De 18 de Novembro de 1835 a 20 de Abril de 1836 (155 dias). Chama-lhe, então, o ministério dos vândalos. Dominado por aquilo que até então era a chamada oposição mercantil. Francisco António Campos na fazenda até 6 de Abril de 1836.

As impressões gerais mais do que os planos: a ocasião vale tudo, o pensamento nada.
Oliveira Martins

Governo de Terceira De 20 de Abril de 1836 a 10 de Setembro de 1836 (144 dias). Regresso do situacionismo chamorro, apoiado pelos palmelistas. Silva Carvalho volta à fazenda. Na pasta do reino, Agostinho José Freire.Cai com a Revolução de 9 de Setembro de 1836


© José Adelino Maltez. Todos os direitos reservados. Cópias autorizadas, desde que indicada a proveniência: Página profissional de José Adelino Maltez ( http://maltez.info). Última revisão em: