O pequeno enclave português do forte de S. João Baptista de Ajudá, situado na República do Daomé, é atacado e invadido em 1 de Agosto de 1961. O representante português resolve incendiar as instalações, antes de retirar.

 

 

                   

© José Adelino Maltez. Cópias autorizadas, desde que indicada a origem. Última revisão em: 01-05-2007