Respublica     Repertório Português de Ciência Política         Edição electrónica 2004

Governo de Sá da Bandeira
De 10 de Agosto de 1837 a 18 de Abril de 1839

 

4º governo setembrista
Surge a Constituição de 4 de Abril de 1838
Promove as eleições de 12 de Agosto e 12 de Setembro de 1838

Até 14 de Outubro, Sá da Bandeira foi apenas o presidente virtual. Dado que andava no terrenos, comandando as operações militares. Só nessa data regressou a Lisboa. Mas recusou o cargo, por causa do modelo de Senado adoptado pela Constituinte. Com efeito, por 48-43, os deputados defenderam um modelo electivo e temporário de senadores, enquanto Sá da Bandeira acreditava num modelo vitalício e de nomeação régia, idêntico ao da Câmara dos Pares da Carta.  Só assumiu a presidência do governo, quando os constituintes se comprometerem a admitir que a legislação ordinária poderia alterar a estrutura do Senado.

·Sá da Bandeira só assumiu efectivamente o governo em 14 de Outubro de 1837. Acumula formalmente a marinha até 25 de Outubro.

·Manuel de Castro Pereira Mesquita mantém-se nos estrangeiros, até 6 de Novembro de 1837

·O visconde de Bóbeda mantém-se na guerra até 30 de Outubro de 1837

·João de Oliveira continua na fazenda, até 17 de Abril de 1838

·Júlio Gomes da Silva Sanches no reino até 9 de Março de 1838

·José Alexandre de Campos e Almeida na justiça, até 9 de março de 1838

·Sá da Bandeira nunca exerceu a pasta da marinha, sendo interinamente substituído por Bóbeda

Em 25 de Outubro de 1837:

·Tojal passa a acumular a marinha, substituindo a interinidade de Bóbeda

Em 30 de Outubro de 1837:

·Francisco Pedro Celestino Soares na guerra, em lugar de Bóbeda. Fica apenas encarregado do expediente e do despacho. Até 9 de Novembro de 1837.

Em 9 de Novembro de 1837:

·Sá da Bandeira nos estrangeiros em lugar de Pereira Mesquita

·Bonfim  na guerra, em lugar de Celestino, e na marinha, em lugar de Tojal

Em 9 de Março de 1838:

·Tojal substitui Sanches no reino 8até 22 de Março)

·Sá da Bandeira substitui Bonfim na guerra e na marinha (até 17 de Abril)

·Tojal substitui Campos na justiça

Em 22 de Março de 1838:

·António Fernandes Coelho no reino, em lugar de Tojal

·Manuel Duarte Leitão na justiça, em lugar de Tojal;

Em 17 de Abril de 1838:

·João de Oliveira é substituído por Manuel António de Carvalho, futuro barão de Chanceleiros, na fazenda.

·Bonfim regressa à guerra, onde substitui Sá da Bandeira

Em 22 de Agosto de 1838:
·Fernandes Coelho substitui Tojal na justiça

 

 


 
© José Adelino Maltez
Todos os direitos reservados.
Cópias autorizadas, desde que indicada a proveniência:
Página profissional de José Adelino Maltez ( http://maltez.info)
Última revisão em: 11-04-2009