Respublica     Repertório Português de Ciência Política         Edição electrónica 2004

 Anti-Razão

Como assinala Jean Lacroix, o homem não se torna racional senão quando treme diante da razão, que lhe aparece inicialmente sob a forma de coacção exterior. É obedecendo à lei que se torna concretamente racional. O que especificaria o direito  seria esta anti-razão ao serviço da razão.

 

 




© José Adelino Maltez. Todos os direitos reservados. Última revisão em: 10-02-2009