Respublica     Repertório Português de Ciência Política         Edição electrónica 2004

Bell, Daniel (n. 1919) 

Sociólogo norte-americano.. Começa como jornalista, destacando-se como editor de The New Leader (1941-45) e da Fortune (1948-58). Funda o magazine The Public Interest. Doutorado pela Columbia University (1960), e aí professor de sociologia (1959-69). Passa para Harvard em 1969. Define-se a si mesmo como um social-democrata em economia, um liberal em política e um conservador quanto ao valores culturais, naquilo que qualifica como disjuntion of realms, como princípios axiais diferentes. Aceita o fundamental das teses keynesianas, defendendo a manutenção do modelo do Estado-providência. Considera-se um especialista em generalidades. Defende uma autonomia da política. Num célebre artigo de 1987, publicado em Daedalus, considera que o Estado a que chegámos é, ao mesmo tempo, pequeno demais para os grandes problemas da vida e grande demais para os pequenos problemas da vida. Ele é pequeno demais para resolver os grandes problemas do nosso tempo (a economia, a segurança, o ambiente, a tecnologia, a saúde) e, para o efeito, sob o alento da aldeia global, vamos tentando projectar e construir, por todo o lado, grandes espaços. Mas também é grande demais, pelo menos quanto à participação política e à humanização do poder, e muitos vão exigindo desconcentração, desregulamentação, descentralização e regionalização. Em 1960 analisa a era da ideologia, marcada pelos sonhos sem limites dos comunistas e sindicalistas que transformaram as questões concretas em questões ideológicas, colorindo-se com uma tensão ética e uma linguagem emocional. Essa época teria findado nas sociedades industrializadas, apenas persistindo nos países em vias de desenvolvimento.

·Marxism-Leninism. A Doctrine in Defensive. The “End of Ideology” in the Soviet Union

Nova York, Columbia University Press, 1955.

·The End of Ideology. On the Exhaustion of Political Ideas in the Fifties

Nova York, The Free Press of Glencoe, 1960) (cfr. trad. port. O Fim da Ideologia, Brasília, Editora Universidade de Brasília, 1980.

·The Radical Right

Nova York, Doubleday Books, 1963 (ed.).

·Toward the Year 2000

Nova Iorque, Beacon, 1970 (ed.).

·«The Post-Industrial Society. Technocracy and Politics»

In Survey, nº 78, 1971.

·The Coming of Post-Industrial Society. A Venture in Social Forecasting

Nova York, Basic Books, 1973

·The Cultural Contradictions of Capitalism

Nova York, Basic Books, 1976 [trad. cast. Las Contradicciones Culturales des Capitalismo, Madrid, Alianza Editorial, 1976; trad. fr. Les Contradictions Culturelles du Capitalisme, Paris, Robert Laffont, 1976].

·The Winding Passage

1980

 

 




© José Adelino Maltez. Todos os direitos reservados. Última revisão em: 18-01-2004