Respublica     Repertório Português de Ciência Política         Edição electrónica 2004

Horda

Do fr. horde, proveninete do turco ordu, o mesmo que acampamento, querendo significar povo errante e, consequentemente, povo indisciplinado. Sigmund Freud considera o homem como um animal de horda, dado que grupo humano, nas suas origens não passaria de uma horda, de uma massa aglutinada em torno de um macho dominante, de um pai despótico e omnipotente, que se apropriava de todas as mulheres e perseguia os filhos quando estes cresciam. Certo dia, os irmãos, revoltaram-se, matando e comendo o pai, passando-se a partir deste parricídio, da horda biológica e instintiva para a comunidade, diferenciada e orgânica.

 




© José Adelino Maltez. Todos os direitos reservados. Última revisão em: