Kamenev, Lev (1883-1936)

 

Vice-presidente do Comité Central do partido, depois da morte de Lenine, foi encarregado de assumir as funções de director do Instituto Lenine, que teve como missão a recolha dos escritos do fundador do sovietismo. Velho bolchevique, diverge de Lenine, logo em Abril 1917, quando proclama não querer a social-democracia revolucionária convertida num grupo de propagandistas comunistas. Esta oposição de Kamenev a Lenine vem de trás e tem mais a ver com questões teóricas do que com rivalidades pessoais. Kamenev representa, então, aquilo que Lenine qualifica como os velhos bolcheviques. Para estes, não haveria condições na Rússia de então para a instauração de um socialismo autêntico, pelo que a tomada do poder lhes parecia inoportuna. Lenine, por seu lado, considera que depois do Partido tomar o poder ninguém o pode expulsar de lá. Assim, logo 8 de Novembro de 1917, o II Congresso dos Sovietes, sob proposta de Kamenev e contra a opinião de Lenine, decide suprimir a pena de morte. Sujeito às purgas de Estaline em 1936.