Ewald, François

Le Droit du Droit

In Archives de Philosophie du Droit, 31, 1986

·L’État Providence

Paris, Éditions Bernard Grasset, 1986.

 

Examen de Conscience sur les devoirs de la Royauté, composé pour l'instruction du duc de Bourgogne Fénelon critica a monarquia absoluta, considerando: nada há que mais possa causar uma queda fatal do que uma autoridade sem limites; esta é semelhante a um arco demasiado tenso que se rompe imediatamente quando se afrouxa: mas quem ousará afrouxá-lo?. Neste sentido, aproximando-se dos ensinamento de São Tomás propõe uma monarquia aristocrática e descentralizada, respeitadora da tradição, com estados provinciais  e estados gerais. Aproxima-se das teses de Saint-Simon, pai, e de Boulainvilliers. Opõe o despotismo teórico à fraternidade humana.

 

Executivo, Poder Órgão do Estado que começou por ser aquele que executava as normas legais emitidas pelo chamado poder legislativo, cabendo-se a direcção da política e da administração. Esta visão resulta da perspectiva liberal da separação de poderes, nascendo como recção contra o absolutismo

 

Exército Conjunto de homens e meios materiais visando responder a uma ameaça exterior. Distingue-se da polícia que visa os adversários externos não armados.

e nação,60,396

 

Exigências (demands)

. ìEaston.

 

Existencialismo Termo inventado por Soren Kierkegaard e adoptado por teóricos como Heidegger e Sartre. Martin Heidegger, Jean-Paul Sartre e Merleau-Ponty. A esperança dos desesperados (Mounier). A teoria do homem revoltado de Albert Camus.

 

Existencialismo Movimento de ideias do século XX. Tem como precursores Soren Kierkegaard )1813-1855) e Friedrich Nietzsche.  Utiliza o método fenomenológico de Husserl, quando este admite a validade do subjectivismo no domínio moral. Em França, começa a partir de 1924, com a chegada a Paris de Nicolai Berdiaev e desenvolve-se a partir de 1933, com a introdução do pensamento de Heidegger e Karl Jaspers, a partir da obra de Gabriel Marcel. Assume o pensamento concreto contra o pensamento abstracto, o espírito subjectivo contra o espírito objectivo; a consciência individual contra o fatalismo da história. Defende um idealismo activista e voluntarista. No caso concreto do existencialismo cristão, retomam as facetas platónico-escotistas em detrimento da tradição aristotélico-tomista, sendo particularmente invocados Dins Scottus, Schopenhauer, Nietzsche e Bergson.

 

 

Exit, Voice and Loyalty , 1970 Obra de Albert Hirchman onde se considera que cada indivíduo, para maximizar o respectivo interesse pode sair de um grupo (exit), desertar, mudar de Estado, de religião, de classe ou de família. Numa segunda alternativa pode decidir tomar a palavra (voice) para participar no grupo. Finalmente pode permanecer leal (loyalty) ao grupo. Numa sociedade de mercadao generalizado como a norte-americana privilegia-se a saída pessoal da classe, através da mobilidade social, ou do território onde se vive, pela mobilidade horizontal. Isto é, o indoivíduo, em vez de se comprometer numa estratégia de protesto colectivo, através da mobilização social,   tende a maximizar os seus ganhos atarvés da saída individual do grupo

 

Cambridge, Massachussetts, Harvard University Press, 1970 [trad. fr. Face au Déclin des Entreprises et des Institutions, Paris, Éditions Ouvrières, 1972; trad. cast. Salida, Voz y Lealtad, México, Fondo de Cultura Economica, 1977].

 

Ewald, François, L’État Providence, Paris, Éditions Bernard Grasset, 1986.

 

Exoterismo Segundo os clásicos greco-latinos tanto há um ensinamento exotérico, socialmente útil, de compreensão fácil para qualquer leitor, como um ensinamento esotérico, aquele que apenas se revela aos que estão cuidadosamente preparados, implicando um estudo demorado e concentrado

 

Leo Strauss, What is Political Philosophy, pp. 221-222.

 

Expectativa Antecipação de uma determinada ocorrência. Quando se espera que certa coisa venha a acontecer num certo tempo, num determinado lugar ou de uma certa maneira. Estatisticamente, equivale a uma probabilidade que é inferida face a relativa frequência observada.

 

Expectativa vs. Privação Quando surge uma discrepância entre as expectivas de valores colectivos (o dever ser) e os valores efectivamente alcançados (o ser) dá-se uma privação relativa que pode constituir um dos motivos da violência política.

Gurr, Ted Robert

 

Explicação vs. Compreensão Segundo Dilthey, é o processo típico das ciências da natureza, as ciências físicas e biológicas. Nas ciências do espírito só seria possível a compreensão. Porque a natureza explica-se, a cultura compreende-se. Deste modo, apresenta uma alternativa ao método positivista de Durkheim que pretendia tratar os factos sociais como simples coisas. Também Husserl considera que as ciências empíricas apenas têm de conhecer, de estabelecer uma relação causal entre os fenómenos, enquanto as ciências eidéticas já teriam de intus legere, que procurar uma visão das coisas.

 

Exploração do Homem pelo Homem Expressão inventada por Saint-Simon, entendida como objectivo da nova sociedade.

 

 

Expulsão das ordens religiosas (1910) Logo em 8 de Outubro de 1910, o governo provisório repõe em vigor a legislação pombalista de 3 de Setembro de 1759 e de 28 de Agosto de 1767 sobre a expulsão dos jesuítas, bem como a legislação de 28 de Maio de 1834 que extinguia as casas religiosas e todas as ordens regulares. Se o este último, que deu a Joaquim António de Aguiar o epíteto de mata-frades, não expulsava as ordens religiosas femininas, o novo decreto abrange-as quando torna nulo o decreto de 18 de Abril de 1901. O diploma de 8 de Outubro foi mantido pelo nº 12 do artigo 3º da Constituição de 1911.

 

Extrait du Projet de Paix Perpétuelle de l'Abbé de Saint Pierre , 1761 Rousseau, em 1756, foi encarregado pela família e pelos amigos do abade de resumir aquilo que qualificava como um fatras de vingt volumes Em 1761, numas contidas, objectivas e elegantes quarenta páginas publica oum Extrait du Projet de Paix Perpétuelle de l'Abbé de Saint Pierre, em 1782, volta a referir-se à mesma num Jugement sur la Paix Perpétuelle

e, O Extrait de Rousseau vai fazer circular o projecto do Abade. Voltaire vai dedicar-lhe o seu Rescrit de l'Empereur de la Chine à l'occasion du projet de Paix Perpétuelle, onde o imperador da China aparece a chamar ao autor do projecto l'abbé Saint-Pierre d'Utopie e trata de construir um modelo alternativo cuja execução atribui a Frederico II

 

Eysenck, H. J.

·The Psychology of Politics

Londres, Routledge & Kegan Paul, 1954.

· The Psychological Basis of Ideology

University Park, The Pennsylvania State University Press, 1978. Com G. D. Wilson.