Respublica     Repertório Português de Ciência Política         Edição electrónica 2004


<<||Home|1974-Hoje|1926-1974|1910-1926 
Políticos Portugueses da Ditadura Nacional e do Estado Novo (1926-1974)
A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M|N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

 

Tavares, Francisco Sousa (1920-1993) Jurista e jornalista português. De origens monárquicas, foi marcado pelo neotomismo, formação recebida no colégio dos jesuítas de Santo Tirso, onde foi colega de António Alçada Baptista. Foi casado com a poetisa Sophia de Melo Breyner Andersen. Nos anos cinquenta aparece ligado aos monárquicos oposicionistas, tendo participado na chamada Revolta da Sé, de 1959. É então preso, situação que se repete em 1967, por ocasião do chamado escândalo dos “ballet rose”. Candidato a deputado pela CEUD em 1969. Militante do PS em 1974, abandona o partido em 14 de Fevereiro de 1979. Alinhando com os Reformadores, integra a AD e passa, depois, a militante e deputado do PSD. Ministro da Qualidade de Vida do IX Governo Constitucional. Destaca-se como director do jornal A Capital. Autor de Combate Desigual, 1960. Ver também a obra póstuma Escritos Políticos, 1996.

 

 

Teixeira, António Braz Militante do movimento da Filosofia Portuguesa. Jurista, assistente da Faculdade de Direito de Lisboa, destaca-se como fiscalista e liga-se à gestão bancária. Secretário de Estado da Cultura da Aliança Democrática, assume-se, sobretudo, como administrador da Imprensa Nacional/ Casa da Moeda.

 

 

Teixeira, Júlio César de Carvalho Ministro do comércio e das comunicações de 29 de Novembro de 1926 a 26 de Agosto de 1927.

 

 

Teles, Francisco Xavier da Silva Ministro da instrução pública de 8 de Julho a 11 de Setembro de 1929.

 

 

Teles, Gonçalo Ribeiro (n. 1922) Engenheiro agrónomo e arquitecto paisagista. Monárquico, oposicionista ao salazarismo, candidatando-se a deputado em 1965, pelos monárquicos independentes, e em 1969, pela CEUD. O primeiro secretário de Estado do Ambiente depois do 25 de Abril. Professor catedrático da Universidade de Évora de 1976 a 1992. Fundador e principal dirigente do PPM, participa na Aliança Democrática, com Francisco Sá Carneiro e Diogo Freitas do Amaral. Ministro da qualidade de vida. Autor de Para Além da Revolução, 1985.

 

 

Teles, Inocêncio Galvão (n. 1917) Professor de direito. Ministro da Educação Nacional do salazarismo. Advogado principal de Portugal em Haia, na questão de Dadrá e Nagar Aveli. Exilado no Brasil entre 1975 e 1978.

 

 

Tengarrinha, José Manuel Político e historiador português. Militante das CDE antes de 1974, torna-se no principal líder do Movimento Democrático Português depois do 25 de Abril de 1974.

 

 

Tenreiro, Francisco José (1921-1963) Francisco José de Vasques Tenreiro. Poeta são-tomense. Aluno do ISCSPU, doutor em geografia pela faculdade de letras de Lisboa.

 

 

Tenreiro, Henrique Ernesto Serra dos Santos (1901-1994) Oficial da armada. Figura destacada do salazarismo. Deputado, dirigente da Legião Portuguesa e da União Nacional. Dinamizador das Casas dos Pesacadores. Funda a Brigada Naval da Legião Portuguesa em 1936. Presidente da Junta Central das Casas dos Pesacadores. Procurador à Câmara Corporativa de 1945 a 1973. Comandante-director da esquadra de submarinos de 1954 a 1957. Presidente da Junta Nacional de Fomento das Pescas em 1959. Preso depois de 1974, acaba por refugiar-se no Brasil a partir de Dezembro de 1975, morrendo no exílio.

 

 

Tinoco, António Lepierre (1913-1915) Jornalista. Colabora em Revolução e no Diário de Notícias. Destacado militante do nacional-sindicalismo. O  primeiro director do Diário Popular, até 1946.

 

 

Tomás, Américo (1894-1987) Américo de Deus Rodrigues Tomás. Presidente da República de 1958 a 1974. Reeleito por colégio eleitoral em 1965 e 1972. Oficial da marinha, onde ingressa em 1914. Chefe de gabinete de Ortins Bettencourt em 1936. Ministro da marinha de 6 de Setembro de 1944 a 10 de Maio de 1958. Autor do célebre despacho nº 100, de 10 de Agosto de 1945, sobre a renovação da marinha mercante. Opõe-se ao modelo de reforma de Santos Costa e tem como principal conselheiro José Soares da Fonseca. Em 1 de Julho de 1972 a ANP anuncia que o propõe para a reeleição presidencial. Autorizado a regressar ao país em 1978. Publica as memórias, Ùltimas Décadas de Portugal, em 4 volumes de 1980 a 1986.

 

 

Torga, Miguel (1907-1995) Nome literário do médico Adolfo Correia da Rocha. Assumindo-se desde sempre como opositor ao salazarismo, chega a colaborar simbolicamente com o Partido Socialista depois de 1974. Lado a lado com Vitorino Nemésio e Natália Correia, é um dos líderes intelectuais da esquerda contra os desmandos gonçalvistas.

 

© José Adelino Maltez. Todos os direitos reservados. Cópias autorizadas, desde que indicada a proveniência: Página profissional de José Adelino Maltez ( http://maltez.info). Última revisão em: 20-12-2003